Carregando...

Radiologia


Os exames de imagens consistem em um processo rápido e indolor, através de emissões eletromagnéticas que permitem avaliar a anatomia e o funcionamento do organismo animal de maneira ampla. O raio-x digital em cães e gatos é uma ferramenta inovadora para contribuir no processo de diagnóstico, facilitando a identificação de patologias e seus tratamentos.

Ultrassonografia


Na medicina veterinária, os exames de ultrassonografia são importantes para o acompanhamento de gestação das cadelas e gatas e para a melhor visualização dos órgãos internos em busca de alguma anormalidade.

Cardiologia


No setor cardiológico contamos com técnicas modernas que permitem o rastreamento das disfunções cardíacas. Os exames cardiológicos são:

ECOCARDIOGRAMA

O ecocardiograma em cães e gatos é um exame de ultrassom que avalia o funcionamento do coração. O equipamento capta as ondas sonoras que são emitidas por todas as partes do coração. Esses ecos são transformados em imagem e exibidos em um monitor, permitindo ao médico veterinário cardiologista analisar todas as características do coração do animal.

ELETROCARDIOGRAMA

O eletrocardiograma em cães e gatos é um exame que permite a análise elétrica do processo cardíaco. É demonstrada através de gráficos que indicam o estado de normalidade ou de alteração dos músculos e nervos do coração.

Exames Laboratoriais


HEMATOLOGIA

As análises de sangue auxiliam os diagnósticos clínicos, ainda mais considerando que o peso corporal de um animal é composto por 8% de sangue. A hematologia veterinária é importante para poder identificar doenças mais rapidamente, aumentando a chance de tratamento.

Neste procedimento, o sangue deve ser colhido com seringa e agulha, colocados em tubos com ou sem coagulante, as vezes pode ser recolhido em tubos de vácuo que garantem a esterilidade da amostra. Para as amostras terem representatividade é preciso que o sangue mantenha a sua composição, evitando variáveis e garantindo a exatidão dos resultados.

BIOQUÍMICA SANGUÍNEA

Os exames bioquímicos veterinários são exames complementares que devem ser solicitados juntamente a outros exames como o hemograma e a urinálise para auxiliarem o diagnóstico clínico.

Analisar um perfil bioquímico significa ter acesso a várias determinações bioquímicas simultâneas podendo-se assim avaliar a função de um ou mais sistemas no organismo. Estes exames compreendem as dosagens de metabólitos, minerais e enzimas.

PARASITOLOGIA

A importância do exame está em identificar precocemente o tipo de parasito que está acometendo o animal e realizar um tratamento eficaz.

O exame parasitológico de fezes (EPF) deve ser realizado quando os animais apresentarem palidez nas gengivas, anemia, diarréia com aspecto sangrento, escuro ou pegajoso, fraqueza, perda de peso e morte súbita nos filhotes, prurido (coceira) perianal.

CITOLOGIA

O exame citológico é uma excelente ferramenta para auxiliar o médico veterinário no diagnóstico e no prognóstico, envolve uma avaliação morfológica celular determinante para a detecção por exemplo de uma pré-malignidade ou malignidade, o que quando associado a um quadro clínico específico, permite ao médico veterinário direcionar o paciente para um tratamento clínico ou cirúrgico. A observação é feita através de microscópio, analisando-se células obtidas por esfregaços, aspirações, raspados, centrifugação de líquidos e outros métodos.

HISTOPATOLÓGICO

Análise microscópica de tecidos e órgãos dos animais obtidos através de biópsia e necrópsia. Tem como objetivo identificar alterações morfológicas neoplásicas, infecciosas, inflamatórias, degenerativas e informações sobre o prognóstico auxiliando o clínico em sua conduta.

Endoscopia


A endoscopia é uma técnica médica de recente aplicação na Medicina Veterinária que, por sua característica não invasiva e segura, tem indicação no diagnóstico e tratamento de diversas patologias em cães e gatos pois é uma forma confiável e segura de exploração, diagnóstico e de obtenção de amostras de tecidos (biópsias) como auxílio diagnóstico. A endoscopia também pode ser útil não só para o diagnóstico, mas também para a realização de procedimentos terapêuticos. Um bom exemplo é a retirada de corpos estranhos, o que poupa os animais dos incômodos de uma cirurgia.

Sorologia para Raiva


Para viagens internacionais com cães e gatos é necessário conhecer as regras de entrada para animais do país de destino. No caso dos países que fazem parte da União Européia e muitos outros um dos exames obrigatórios é a Sorologia de Raiva, além da implantação de microchip, atestado de saúde, carteira de vacinação.

O Laudo da Sorologia Anti-Rábica deve ser feito com a coleta de uma amostra de sangue do animal para a titulação de anticorpos contra o vírus da raiva. Esse título deve ser no mínimo 0,5 Ul/ml.

Como o laudo da Sorologia de Raiva fica pronto em 30 dias o pet só consegue embarcar após aguardar esse exame. Por isso a documentação para transito de animais demora no mínimo 90 dias para embarcar para qualquer país da União Européia, sem exceção.

Fazem parte da União Européia os seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Polônia, Portugal, Romênia, Reino Unido, República Checa e Suécia.